Hausen: som de lar

Hausen: som de lar

Como você descreveria o som do vento para alguém que não ouve? Uma espécie de assobio, que entra pela fresta da janela quando está aberta? Como você descreveria o som da sua casa? O som da natureza, o som de um beijo. Só é possível saber como é o som de cada uma dessas coisas graças ao nosso sentido chamado audição.

 

Nossos ouvidos captam o som, mas quem ouve mesmo, ou seja, interpreta o som, é o nosso cérebro. A audição é tão importante no nosso dia a dia, que é responsável até pelo equilíbrio do nosso corpo.

 

 O que seria da nossa vida sem poder ouvir música, por exemplo? Esse som é tão desejado, cada um no seu gosto e estilo, que deixou de ser substantivo para se tornar adjetivo referente a algo bom. “Isso é música para os meus ouvidos”, diz a famosa frase, se referindo ao quanto é bom ouvir determinado som. 

 

hausen-passofundo-audicao2

Nós estamos, de forma permanente, imersos em ambientes sonoros e, a todo o tempo, somos submetidos a algum ruído. Cada um deles é interpretado de forma diferente, conforme a pessoa e situação. Se um som é considerado agradável para alguém ele tem poderes incríveis, não só de emocionar, mas também de influenciar positivamente em situações como: diminuição da dor, redução do estresse e até melhoria da concentração.

 

Os sons podem ser interpretados de diferentes formas por cada indivíduo, mas alguns ruídos, geralmente, são mais bem quistos, como o som do vento, o som dos pássaros e, até mesmo, o som do silêncio, em que podemos ouvir apenas nós mesmos. 

 

A arquitetura sensorial, que rege o desenvolvimento do novo empreendimento da Incoben, o Hausen, também se apropria do som como um grande aliado. Para aguçar a audição, o Hausen vai proporcionar contato com a natureza, o som dos pássaros e do vento no rooftop.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *